Dicas de como trocar as pastilhas de freio do seu carro.

Requisitos para trocar as pastilhas de freio:

 

– Se você estava andando com o carro a pouco tempo, espere todo o sistema resfriar, principalmente o de freio (é o sistema que você vai mexer e pode se queimar)

 

– Deixe o carro em uma área plana, só para a sua segurança.

 

– Você precisará retirar as rodas e por isso precisará de um macaco, mas não confie só no macaco, se tiver tijolos para segurar o carro, é bom que coloque-os.

– Você precisará sangrar os freios, esse processo é um pouco complicado e você precisará ter muito cuidado, aqui no site tem um ótimo passo a passo explicando como trocar o fluído de freio e ensinando a fazer a sangria dos freios, dá uma olhada lá.

 

 

Depois de ter atendido a todos os requisitos acima, está na hora de começar a trocar a pastilha do freio, para isso você precisará está com:

 

– Os pneus fora do encaixo, ou seja, quando for fazendo a sangria, já deixe o pneu fora, para não ter o trabalho de encaixar e depois ter que retirar de novo.

– Você precisará de pastilhas corretas (ensinarei mais abaixo).

– Você precisará do macaco e cavalete (Você já terá isso em mãos quando for trocar o fluído de freio e sangrar os freios).

 

> Comprando as pastilhas corretas

 

Isso é um processo bem simples pois a maioria das pastilhas estão disponíveis em diversas lojas por aí, basta você chegar em uma dessas lojas e informe ao vendedor o modelo, o ano e a marca do seu carro para que ele possa encontrar a pastilha.

Troca de partilhas de freio

“A” não, as pastilhas, pois existe uma grande gama de pastilhas para um só modelo de carro e uma grande variedade de preço, mas nesse caso, quanto mais caro é sim de maior qualidade e de maior durabilidade, mas é bom que você escolha uma pastilha e faça uma pesquisa nas outras lojas para ver se encontra uma, do mesmo modelo, só que mais barata.

 

Aviso: A troca de pastilhas pode ser feita somente nas rodas da frente ou nas rodas de trás, não há uma necessidade de trocar as quatro de vez.

 

 

Tudo esclarecido, vamos começar com o passo a passo para trocar as pastilhas.

 

1°Passo: Removendo as pastilhas antigas

 

Após ter realizado a sangria no freio, Tire as pinças de freio e a pastilha sairá junto com elas, você pode precisar usar um pouco mais de força para retirá-las, mas cuidado para não danificar o compasso e nem o cabo de freio.

 

2°Passo: Colocando as novas pastilhas

 

Para não ficar ouvindo aqueles chiados toda vez que frear, coloque um pouco de lubrificante anti-seize nas pastilhas e nas bordas de contato que são metálicas.

 

Coloque as peças nos lugares onde estavam as outras (exatamente no mesmo lugar) e cuidado, muito cuidado para não colocar o lubrificante dentro das pastilhas, se isso acontecer, não haverá atrito suficiente para frear, suas peças não servirão e você precisará comprar novas pastilhas.

 

3°Passo: Não se esqueça do fluído de freio

 

Mesmo após ter feito a sangria em todos os freios e renovado o fluído, continue verificando o nível do fluído e sempre coloque mais se o nível estiver abaixo do necessário.

 

4°Passo: Agora é hora de substituir o compasso do freio

 

Não é difícil, você retira o compasso de freio bem devagar, ele vai sair deslizando, você irá colocar o novo compasso no mesmo local e irá apertar bem as peças para que ele fique justo.

 

5°Passo: Colocando as rodas de volta

 

Essa parte é a mais fácil, coloque as rodas, aperte bem os parafusos e pronto, está lá.

 

 

Já acabou? Ainda não.

Dicas sobre partilhas de disco

 

6°Passo: Verificando se está tudo certo

 

Após ter colocado as peças no lugar, você liga o carro e fica bombeando o freio por um tempo (cerca de 15 minutos).

 

Se tudo estiver certo, saia com o carro (em uma pista pouco movimentada) e, com a velocidade de 8 km/h, fique apertando o freio, se estiver tudo certo, aumente a velocidade para 16 km/h, se tudo estiver certo, vá aumentando a velocidade gradativamente até chegar a 64 km/h e quando chegar a essa velocidade, vá reduzindo a velocidade gradativamente.

 

Se tudo estiver certo, você se sentirá mais seguro para sair nas ruas mais movimentadas.

 

 

Pronto? Agora sim.

 

Se você não estiver confiante para fazer o processo, é melhor que pague um pouco mais caro e leve o seu carro até uma oficina de confiança.

 

Boa sorte e até o próximo artigo!